Estudos & Pesquisas

A divergência na prioridade de treinamentos: as habilidades dos profissionais do futuro

Sofi Jaku

Compartilhe:

Você lembra quais eram as habilidades mais desejadas na sua área há alguns anos? Você provavelmente perceberá que eram muito diferentes das esperadas hoje. Neste mundo de rápidas mudanças, só podemos esperar que a demanda por habilidades técnicas e interpessoais continue evoluindo rapidamente.

A maioria das empresas parece focar em inovação, pensamento criativo e gestão de mudanças atualmente para ser bem-sucedida no futuro. Mas é importante priorizar treinamentos que maximizem o desenvolvimento da atual força de trabalho, garantindo que os funcionários estejam felizes, comprometidos e motivados, e então atrair talentos altamente capacitados para manter a competitividade no futuro.

O desafio para os profissionais de Recursos Humanos hoje é reavaliar o uso da inovação para construir uma força de trabalho adequada para o futuro, particularmente em um mundo crescentemente globalizado. Competição mais acirrada e gastos mais baixos dos consumidores também significam que as companhias estão tentando fazer mais com menos, levando a um maior estresse e fadiga do trabalhador.

Líderes de negócios entendem a importância de empoderar seus funcionários com as habilidades para o século 21, e treinamento é uma parte importante da maioria dos orçamentos. Mas o orçamento de treinamentos são gastos nas áreas corretas? E estão alinhados com as necessidades do negócio que geram resultado?

Nossa pesquisa recente, em que entrevistamos mais de 600 executivos de nível sênior de organizações globais, mostra 3 habilidades cruciais que as organizações precisam para treinar seus funcionários.

3 prioridades de treinamento para empoderar os profissionais do futuro:

Envolvimento e liderança do Funcionário

A liderança é reconhecida como a maior prioridade para treinamento de talentos nos próximos 5 a 10 anos. Ela permitirá que as companhias maximizem a eficiência para alcançar os objetivos dos negócios. Mas devido à falta de tempo ou de habilidades, as organizações não se sentem confiantes para entregar este tipo de treinamento.

Como uma das habilidades que as organizações têm menos confiança de entregar, a motivação não tem sido reconhecida como uma alta prioridade de treinamento. A razão parece ser simples. As organizações tendem a motivar os funcionários através de recompensas financeiras, e, sem isso, motivar a equipe pode consumir muito tempo.

Sem uma força de trabalho altamente motivada, os objetivos de negócios tornam-se mais difíceis de alcançar e podem ser a causa principal para uma alta rotatividade de funcionários. Não há dúvida de que as organizações precisam focar na motivação de funcionários antes de avaliar outras formas de aumentar a performance.

Criatividade e flexibilidade

O pensamento criativo é visto como prioridade no treinamento de talentos. Entretanto, não é uma habilidade fácil de ser treinada. Da mesma forma que acontece com o comprometimento do funcionário, as chaves para fomentar criatividade provavelmente estão em medidas que entregam novas experiências e situações de desenvolvimento, como aprender sobre novas culturas ou assumir novas tarefas. A maior barreira para fomentar criatividade é a falta de conhecimento sobre como fazer.

Flexibilidade é uma habilidade essencial no atual mundo dos negócios de mudanças rápidas. Os funcionários precisam ser ágeis e flexíveis para se adaptar à mudança eficientemente. Novamente parece ser uma habilidade na qual as organizações não estão treinando seus funcionários, principalmente devido à falta de tempo.

Na verdade, a falta de tempo é o principal problema associado à entrega de 10 entre 21 diferentes desafios para os funcionários. Isso evidencia uma necessidade crucial por estratégias de Recursos Humanos eficientes e habilidosas que atinjam resultados em um curto período de tempo.

Embora a falta de tempo seja o principal impulsionador para entregar certas habilidades, não é uma área que pode ser melhorada através de treinamento e, consequentemente, não está listada como prioridade de treinamento.

Idioma e comunicação

As habilidades de linguagem e comunicação são essenciais para atrair talentos internacionais, explorar bancos de talentos que no passado talvez estivessem fora do alcance e manter a competitividade no mundo internacional dos negócios.

Aumentar os negócios globalizados significa que a necessidade de se comunicar eficazmente através de fronteiras somente continuará crescendo.

A proficiência em idiomas – como o Inglês, o idioma do moderno ambiente de trabalho – permite colaboração internacional e acesso às melhores mentes em suas áreas, permitindo que os funcionários fiquem lado a lado das melhores práticas internacionais.

Embora estas 3 prioridades de treinamento sejam cruciais no desenvolvimento de profissionais do futuro, não é aí que se encontram as prioridades de treinamento para a maioria das companhias. Os negócios devem urgentemente realinhar seus investimentos em Recursos Humanos para garantir que sua força de trabalho esteja motivada e feliz aonde estiver. Caso contrário, seu investimento em treinamento pode ir por água abaixo quando os funcionários forem embora.

Sign up to stay informed

Join other industry leaders and stay up to date with the latest language and leadership innovation and insights every month

*

Explore mais insights de idiomas

Estudos & Pesquisas

Momentos WOW na Experiência do(a)s Candidato(a)s!

Leia mais
Next generation learning image

Estudos & Pesquisas

Online learning: 15 fatos sobre aprendizado de idiomas virtual que estão moldando o futuro do treinamento corporativo

Leia mais

Estudos & Pesquisas

Gestão de talentos: construa a equipe do futuro

Leia mais

Estamos aqui para ajudar.

Adoraríamos manter contato com você, e nossa equipe de especialistas está pronta para ajudar.